• Assinantes
  • Autenticação
  • Saúde
    Quarta-feira, 14 de novembro de 2012, atualizada às 16h30

    Juiz de Fora celebra o Dia Mundial do Diabetes com exames e orientação

    Andréa Moreira
    Repórter

    diabetesCerca de mil pessoas passaram pela Praça da Estação nesta quarta-feira, 14 de novembro, data em que é comemorado o Dia Mundial do Diabetes. No local, a Fundação Imepen em conjunto com o Centro Hiperdia de Atenção Secundária em Hipertensão Secundária e Diabetes Mellitus, programa da Secretaria de Estado de Saúde Minas Gerais (SES-MG), realizaram um evento que contou com a participação de profissionais da área da saúde.

    Durante todo o dia, as pessoas puderam aferir a pressão, calcular o Índice de Massa Corpórea (IMC), verificar o nível de glicose e ainda receber orientações sobre os cuidados com a alimentação, a saúde bucal, o pé diabético, entre outros. De acordo com a endocrinologista Carla Lanna, o evento teve como foco principal a prevenção. "Queremos ajudar na prevenção do diabetes. Neste local, estamos oferendo todas as orientações básicas e ensinando como fazer uma dieta adequada, com o controle do peso e a prática de uma atividade física, para que a pessoa consiga se prevenir da doença."

    A professora Rosângela Pereira esteve presente no evento e aprovou a iniciativa. "Sou diabética e confesso que, às vezes, eu fujo das recomendações médicas. E aqui, pude verificar minha glicose e ainda receber algumas informações que eram desconhecidas, mesmo para mim que convivo há quatro anos com a doença."

    A Diabetes

    Os três principais tipos de diabetes são a tipo 1, 2 e Gestacional. O tipo 1 costuma ser diagnosticado na infância e expressa quando o organismo deixa de produzir a insulina. O tipo 2 ocorre geralmente em adultos, é caracterizada pela produção insuficiente de insulina pelo pâncreas e está ligada ao sedentarismo, má alimentação, obesidade, stress e tabagismo. Já a Gestacional surge durante a gravidez, podendo desaparecer ou persistir após o parto.

    A Organização Mundial de Saúde (OMS) acredita que mais de 300 milhões de pessoas tenham diabetes. No Brasil, a estimativa é de que cerca de 12 milhões de pessoas tenham o diabetes tipo 1 ou 2. Em Juiz de Fora, a coordenação Estadual do Centro de Hiperdia de Atenção Secundária em Hipertensão Secundária e Diabetes Mellitus, estima que 10% da população acima de 20 anos tenham diabetes. O Centro destaca também que o município possui 37.572 diabéticos estimados, e quando se trata das microrregiões de Juiz de Fora, São João Nepomuceno e Santos Dumont, este número sobe para aproximadamente 55 mil. O Ministério da Saúde faz outro alerta, pois acredita que mais de 3 milhões de brasileiros não sabem que têm a doença.

    De acordo com a Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD), em 1996 as mortes pela doença eram de 16,3 habitantes em cada 100 mil, taxa que passou para 24 a cada 100 mil em 2006. Os dados se referem à população entre 20 e 74 anos. O aumento ocorre principalmente entre os homens com mais de 40 anos, correspondendo a 2,3% ao ano. Entre as mulheres da mesma faixa etária, o crescimento foi de 1% ao ano. "A cada oito minutos morre um paciente de diabetes no Brasil. Isto é um problema de saúde pública e a prevenção é um dos melhores remédios para diminuir este índice," explica a endocrinologista.

    Sintomas

    O diabetes possui alguns sintomas peculiares e, caso a pessoa apresente algum, deve consultar um médico imediatamente. Confira os principais sintomas.

    • Urinar com muita frequência;
    • Falta de energia e desânimo;
    • Perda involuntária de peso;
    • Sede excessiva e boca seca;
    • Fome em excesso;
    • Sensação de formigamento ou adormecimento nas mãos e pés;
    • Visão embaçada.

    Os textos são revisados por Juliana França

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Publicitário

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.