Últimas notícias

Balneário Camboriú, Santos e São Caetano têm mais moradores em apartamentos do que em casas

Balneário Camboriú (SC), Santos (SP) e São Caetano do Sul (SP) são as três cidades brasileiras que possuem mais da metade da sua população vivendo em apartamentos, contrariando a regra na maioria das cidades do país em que a casa é a forma predominante de morar, segundo a pesquisa de características de domicílio do Censo 2022 do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).Entre esses três municípios, São Caetano foi o que mais avançou na proporção da sua população vivendo em apartamentos entre as pesquisas de 2010 e 2022, passando de 35,3% para 50,8%.

Brasil ainda tem 49 milhões sem esgoto adequado e 4,8 milhões sem água encanada

O Brasil ainda tem o equivalente a 49 milhões de habitantes sem atendimento adequado de esgotamento sanitário e 4,8 milhões de pessoas sem água encanada, apesar do crescimento desses serviços nas últimas décadas.É o que apontam novos dados do Censo Demográfico 2022 divulgados nesta sexta-feira (23) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Populações negra e indígena têm menor acesso à rede de esgoto nos maiores municípios do país

Pessoas negras e indígenas são os grupos sociais que menos têm acesso ao saneamento básico no Brasil, segundo dados do Censo do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgado nessa sexta-feira (23).A pesquisa, realizada em 2022, levou em conta a proporção dos moradores em domicílios particulares permanentes com esgotamento sanitário por rede coletora, pluvial ou fossa séptica.